Gestão Integrada de Resíduos:
Pode-se dizer que as preocupações com a coleta, o tratamento e a destinação dos resíduos sólidos representam apenas uma parte do problema ambiental. A geração de resíduos é precedida por outra ação impactante sobre o meio ambiente - a extração de recursos naturais. Esse impacto pode ser reduzido seguindo-se a política dos 5 R’s, mais especificamente o “Repensar”, o “Reduzir” e o “Reutilizar”.
O quinto R (Reciclagem) é colocado em prática pelas indústrias que substituem parte da matéria-prima por sucata (produtos já utilizados), seja de papel, vidro, plástico ou metal, entre outros. Ainda é preciso que se amplie o mercado para produtos advindos deste processo. "Segregar sem mercado é enterrar separado" (Lixo Municipal: manual de gerenciamento integrado. IPT-CEMPRE, São Paulo, 1995).
Com a valorização da reciclagem, as empresas vêm inserindo nos produtos e em suas embalagens símbolos padronizados que indicam a composição dos materiais. Esse tipo de rotulagem ambiental tem por objetivo facilitar a identificação e separação dos materiais, para serem encaminhados para a reciclagem.
As vantagens dessas práticas estão na:

    :: Redução da extração de recursos naturais;
    :: Redução dos resíduos nos aterros e o aumento da sua vida útil;
    :: Redução dos gastos do poder público com o tratamento do lixo;
    :: Redução do uso de energia nas indústrias e intensificação da economia local (sucateiros, catadores, etc.)

<< voltar